Segurança do trabalho

PROGRAMAS DE SEGURANÇA

PPRA NR-09 Programa de Prevenção de Riscos Ambientais
LTCAT NR15/NR16 Laudo Técnico com as Condições de Trabalho (Insalubridade/Periculosidade)
PCMAT NR18 Programa das Condições Ambientais de Trabalho da Indústria da Construção
PGR NR22 Programa de Gerenciamento de Riscos
PPR Programa de Proteção Respiratória
PPP IN45/2010 Perfil Profissiográfico Previdenciário
NR 12 NR12 Laudo de Inspeção de Máquinas e Equipamentos
AET NR17 Analise Ergonômica do trabalho
Relatório de Avaliação Ambiental Relatório complementar ao PPRA, LTCAT, ente outros.

 

CURSOS

CURSO BÁSICO DE

HIGIENE OCUPACIONAL

Introdução a Higiene Ocupacional; 40 horas Inscrições
abertas
Definição de Higiene Ocupacional;
Evolução Histórica da Higiene Ocupacional;
A Higiene Ocupacional e o Mercado de Trabalho;
A Higiene Ocupacional e suas Aplicações;
Estudo e Reconhecimento dos Riscos Ambientais – Riscos Físicos (Ruído, Calor, Radiações Não Ionizantes e Vibrações), Riscos Químicos (Gases, Vapores e Aerodispersóides), Riscos Biológicos;
Legislação e Normas de Higiene Ocupacional;
NR 15 – Atividades e Operações Insalubres;
NR 9 – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA);
Instrução Normativa INSS – Aposentadoria Especial;
Normas de Higiene Ocupacional (NHO);
TLV para Substâncias Químicas da ACGIH;
Noções de Instrumentação de Higiene Ocupacional, Audiodosímetros de Ruído, Medidor de Nível de Pressão Sonora, Termômetros – Avaliação de Sobrecarga Térmica, Equipamentos para Avaliação de Agentes Químicos
CURSO DE CIPA NR 5 CAP I :  NR 5 – CIPA 20 horas Inscrições
abertas
DO OBJETIVO
DA CONSTITUIÇÃO
DA ORGANIZAÇÃO
DAS ATRIBUIÇÕES
DO FUNCIONAMENTO
TREINAMENTO
PROCESSO ELEITORAL
DAS CONTRATANTES E CONTRATADAS
DIMENSIONAMENTO DA CIPA
CRONOGRAMA DO PROCESSO ELEITORAL
CAP II: REUNIÃO DA CIPA
CAP III: CAMPANHAS DE SEGURANÇA
CAP IV: INSPEÇÃO DE SEGURANÇA
CONCEITO, ETAPAS, TIPOS RELATÓRIO E SIMULAÇÃO
DE INSPEÇÃO DE SEGURANÇA
CAP V: ACIDENTE DO TRABALHO
CONCEITO, O QUE É CONSIDERADO ACIDENTE DO TRABALHO
CAP VI: CAUSAS DOS ACIDENTES
CAP VII: INVESTIGAÇÃO E ANÁLISE DE ACIDENTES.
CAP VIII: TIPOS DE ACIDENTES
CAP IX: CONSEQUÊNCIAS DOS ACIDENTES E DOENÇAS DO TRABALHO
CAP X: BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS
CAP XI: EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL
CAP XII: RISCOS AMBIENTAIS
RISCOS FÍSICOS: RUÍDO, CALOR, FRIO, VIBRAÇÃO, RADIAÇÃO IONIZANTE E NÃO IONIZANTE, UMIDADE, PRESSÕES ANORMAIS
RISCOS QUÍMICOS: POEIRAS, FUMOS, NÉVOAS, NEBLINAS, GASES E VAPORES
RISCOS BIOLÓGICOS.
RISCOS DE ACIDENTES
RISCOS ERGONÔMICOS
CAP XIII: MAPA DE RISCOS
CAP XIV: PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS
PRINCÍPIOS BÁSICOS DE PREVENÇÃO CONTRA INCÊNDIOS
CAP XV: PREVENÇÃO DA DST/AIDS NAS EMPRESAS

 

TREINAMENTOS

SEGURANÇA NO TRABALHO EM ALTURA NR 35 Introdução aos Trabalhos em Altura; 8 horas
Equipamento de Proteção Individual – EPI;
Aspectos Gerais para avaliação da Saúde do Trabalhador para execução de trabalhos em altura;
Outros Fatores de Risco em Altura Relacionado ao Homem;
Tipos de Trabalhos em Altura;
Sistema de Ancoragem;
Prática de Trabalhos em Altura;
Primeiros atendimentos para ocorrências de trabalhos em alturas.
INTEGRAÇÃO – SEGURANÇA NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL NR 18 Definição e Divisão da Construção Civil; 6 horas
Segurança e Saúde – Introdução à SST – Segurança e Saúde no Trabalho;
Principais Normas de SST;
Conceito de Perigo e Risco;
Conceito de Acidentes;
Prevenção de Acidentes na Construção Civil;
Conceitos de Medidas de Controle;
Introdução à NR 06 Equipamento Proteção Individual;
Uso , guarda e conservação do EPI;
Principais Riscos Ambientais na Construção Civil – Ruído, Vibração, Calor, Radiações Não Ionizantes, Poeiras, Nevoas, Vapores e Fumos;
Possíveis Danos à Saúde;
Prevenção a Exposição aos Riscos Ambientais através das Medidas de Controle Administrativas, Coletivas e/ou Individuais.
EPI – Equipamento de Proteção Individual NR 06 Conceito dos Equipamentos de Proteção Individual; 8 horas
Responsabilidades do Empregador quanto aos EPI’s;
Responsabilidades dos Empregados quanto aos EPI’s;
Definições de Uso, guarda e conservação dos EPI’s;
Apresentação quanto ao uso correto dos EPI’s:
Proteção da Cabeça / Proteção dos Pés / Proteção das Mãos / Proteção Visual / Proteção Auditiva / Proteção Respiratória
Proteção nos trabalhos em altura / Proteção nos trabalhos com solda / atividades diversas.
ESPAÇO CONFINADO
TRABALHADORES AUTORIZADOS E VIGIA
33 Gestão de Segurança e Saúde; 16 horas
Equipamentos e Acessórios para Controle dos Riscos;
Noções de Primeiros Socorros;
Noções de Resgate;
Identificação de Espaços Confinados;
Indicação e Uso de Equipamentos para Controle de Riscos;
Práticas Seguras em Espaços Confinados;
Legislação de Segurança e Saúde no Trabalho;
Programas de Proteção Respiratória;
Conhecimentos de Áreas Classificadas;
Operações de Salvamento.
BRIGADA DE INCENDIO NT 07 – CBPM-ES Teoria do fogo 20 horas
Propagação do fogo
Classes de incêndio
Métodos de extinção
Agentes extintores
Ventilação
Equipamentos de combate a incêndio
Equipamentos de detecção, alarme e comunicações.
Abandono de área
Análise de vítimas
Vias aéreas
RCP (Reanimação Cardio-Pulmonar)
Estado de Choque
Hemorragias
Fraturas
Ferimentos
Queimaduras
Transporte de vítimas

 

PALESTRAS

EPI – Equipamento de Proteção Individual Responsabilidade do empregador no fornecimento do EPI 2 horas
Responsabilidade do Trabalhador na utilização do EPI
Principais EPIs utilizados na Empresa
Introdução a Segurança e Saúde no Trabalho Legislação básica de obrigatória em Segurança e Saúde Ocupacional 2 horas
Riscos Ambientais Estudo dos agentes de riscos ambientais;
Classificação dos Riscos Ambientais: Físicos, Químicos, Biológicos, Ergonômicos, de Acidente ou Mecânicos;
2 horas
Proteção das Mãos Legislação específica e obrigatoriedade legal;
Consequências dos acidentes envolvendo as mãos;
2 horas
Princípios Básicos de Prevenção de Incendios Legislação específica e obrigatoriedade legal;
Conceirto de Quadrilátero e Tringulo do Fogo;
Meios de  transmissão do Calor;
Classes de Incendio;
Agentes Extintores;
2 horas
Ergonomia no Trabalho Legislação específica obrigatoriedade Legal;
Principais agentes de riscos Ergonomicos;
Consequencias dos trabalhos em condições ergonomicas inadequadas;
2 horas
Acidentes do Trabalho Conceito dos Acidentes de Trabalho;
Legislação específica obrigatoriedade Legal;
Comunicação de Acidentes do Trabalho – CAT;
Responsabilidade Civil e Criminal;
2 horas
Acidentes podem custar caro Legislação específica;
Custo dos acidentes do Trabalho para a empresa;
Consequências dos acidentes para o trabalhador e para a sociedade;
2

 

ASSESSORIA/CONSULTORIA

Relatório de Inspeção de Segurança Inspeçaõ de segurança do trabalho para a detectação de desvios, com emissão de relatório técnico contendo a descrição do desvio, fundamentações legais, possíveis multas e recomendações de plano de melhoria.
Investigação de Acidente – (Abertura de CAT) Emissão de relatório técnico de acidente de trabalho, com a descrição da
ocorrência e das suas causas e plano de ação.
Perícia Técnicas Trabalhistas Acompanhamento de perícias de insalubridade, periculosidade, risco portuário, acidente de trabalho com emissão de Parecer Técnico inicial e Parecer Técnico de Impugnação.
Elaboração de Estatisticas de Acidente do Trabalho Elaboração de estatisticas de abseteismo, taxa de frequencia e de gravidade, quadros III, IV, V e VI da NR04.
Constituição de CIPA Elaboração e gestão do processo eleitoral para a instalação da CIPA.
Diagnóstico de Segurança do Trabalho Elaboração de Relatório de Diagnóstico de Segurança do Trabalho por
meio de auditorias internas, com as devidas aplicações previstas nas NR’s

 

HIGIENE OCUPACIONAL

Avaliação Ruído NHO 01 Realizar avaliação quantitativa paraa emitir um juizo de tolerabilidade de acordo com as normas vigentes.
Avaliação de Vibração NHO 09 Realizar avaliação quantitativa para emitir um juizo de tolerabilidade de acordo com as normas vigentes.
Avaliação Poeiras NHO 08 Realizar avaliação quantitativa para emitir um juizo de tolerabilidade de acordo com as normas vigentes.
Avaliação Fumos Metálicos NHO 08 Realizar avaliação quantitativa para emitir um juizo de tolerabilidade de acordo com as normas vigentes.
Avaliação de Vapores Orgânicos NHO 02 Realizar avaliação quantitativa para emitir um juizo de tolerabilidade de acordo com as normas vigentes.
Avaliação de Calor (IBUTG) NHO 06 Realizar avaliação quantitativa para emitir um juizo de tolerabilidade de acordo com as normas vigentes.
Avaliação de Iluminamento NBR 5413 Realizar avaliação quantitativa para emitir um juizo de tolerabilidade de acordo com as normas vigentes.
Avaliação de Ruido de Conforto Comunidade NBR 151
NBR 152
Realizar avaliação quantitativa para emitir um juizo de tolerabilidade de acordo com as normas vigentes.
Avaliação de Temperatura Efetiva NR 17 Realizar avaliação quantitativa para emitir um juizo de tolerabilidade de acordo com as normas vigentes.